Casas a venda em são gonçalo pela caixa econômica

Outras Dicas

... e outras paixões da carioca

26 Novembro 2017 Publicado em Maternidade

Amamentação: dicas para mães de primeira viagem

Avalie este item
(0 votos)

O artigo de hoje vem com um assunto super especial: AMAMENTAÇÃO. Amamentar é um dos primeiros desafios que enfrentamos na nossa jornada como mãe. É muito raro uma mulher que passa pelo ato amamentar sem dúvidas e dificuldades. Por isso resolvi compartilhar minha experiência e devido a importância do assunto no processo maternidade, convidei a consultora em amamentação Renata Haber para escrever algumas dicas aqui para o blog. Quer saber mais? Então confira o texto a seguir.

O leite materno é um alimento completo para o bebê. Além de nutritivo, imuniza de várias doenças, é de fácil digestão e não sobrecarrega o intestino e os rins do bebê. Vários são os benefícios de amamentar: é econômico (leite em pó para bebês é bem caro), prático (o leite está sempre pronto) e fortalece o vínculo mãe-bebê. Isso sem contar das vantagens para as mamães também, pois protege de hemorragias no pós parto, anemia e diminui as chances de cancer de mama e ovários. Ajuda também na perda de peso e recuperação da boa forma (isso aconteceu comigo!).

recem nascido

Amamentar fortalece o vínculo mãe-bebê

Sabendo desse combo de vantagens, desde a gravidez eu prometi para mim mesma que faria de tudo que fosse possível para oferecer esse rico alimento para minha bebê. O meu primeiro passo foi durante a gestação conversar com a Renata Haber, consultora em amamentação da Com Leite e Com Afeto. Marcamos uma tarde de bate papo e muita informação. Aí chegou o grande dia, Alice nasceu (prematura) e os desafios vieram. Resultado: muita dificuldade, mas no final, consegui cumprir essa tarefa e Alice amamentou até os 9 meses. Segue abaixo um vídeo onde compartilho minha experiência e algumas dicas.

">

Agora, segue um texto escrito pela Renata com algumas dicas para mamães de primeira viagem...

Como me preparo para amamentar? - Por Renata Haber

O melhor preparo para a amamentação é a informação. Assim como o corpo se prepara para o nascimento do bebê, é preciso um preparo também para nutrí-lo após a sua chegada. Geralmente, quando a mulher descobre a gravidez, logo vem a cabeça uma lista de prioridades sobre o que é preciso comprar, organizar, marcar. E a amamentação? Muitas mulheres/famílias, só começam a se interessar e buscar informações corretas sobre a amamentação após a gestação.

Buscar informações ainda durante a gestação, traz inúmeros benefícios, traz segurança para a família que está prestes a passar pela avalanche de surpresas e mudança de rotina que o puerpério proporciona. A informação de qualidade sobre a amamentação é importante em todas as esferas. Eu já estive envolvida em um projeto dentro de um posto de saúde onde médicos e gestantes por eles atendidas participaram de palestras envolvendo vários assuntos sobre amamentação. Levar a informação e promover a amamentação é extremamente gratificante.

Desmistificar algumas dúvidas, como por exemplo, 'meu leite é fraco?' é fundamental. O leite materno nunca é fraco. Quanto mais o bebê mama mais leite se produz através da sucção (por isso a importância da livre demanda). Posição e pega corretas são fatores importantes para o sucesso do aleitamento. Passar o próprio leite após as mamadas, limpa e protege as aréolas. Por isso muitas vezes é importante pedir ajuda quando o assunto é amamentação. A assistência ao aleitamento materno tem como objetivo auxiliar e aconselhar durante a gravidez e no pós parto questões relativas à amamentação: 

  • Enfatiza a importancia do leite materno;
  • Proteção que o aleitamento proporciona para a gestante;
  • Recomendação de pega e posicionamento corretos para evitar intercorrências;
  • Dicas de utensílios e procedimentos;
  • Orientação sobre o fornecimento do leite materno caso haja impedimento da amamentação ao seio;
  • Instruções no retorno ao trabalho;
  • Orientação na fase do desmame;
  • Auxílio em outras circunstâncias em que nao haja boa evolução no processo da amamentação.

Atualmente, as consultoras, grupos de apoio e os Bancos de Leite de alguns hospitais ( aqui no Rio de Janeiro temos o Fernandes Figueira, Pedro Ernesto e outros), conduzem um trabalho acolhedor e esclarecedor nesse sentido positivo.

Amamentar precisa ser bom para todos os envolvidos!!!

Logomarca consultoria Copy

Renata Haber - Consultora da Com Leite com Afeto assistência à amamentação.tência à amamentação.

 

 

 

Lido 132 vezes

Nossas Redes Sociais

Assine nossa Newsletter

Quer receber nossa newsletter e participar de promoções? Digite seu e-mail abaixo. Fique tranquilo(a), não enviaremos SPAMs.

obrigado